CGA – Certificação de Gestores ANBIMA

Para os profissionais que buscam ser administradores de carteiras ou almejam a função de gestor de recursos de terceiros com poder discricionário (compra/venda) de investimentos, a certificação CGA se faz necessária. Ela habilita o profissional a gerenciar portfólios pois a seus detentores concede os conhecimentos necessários a respeito da alocação de ativos que apresentem a melhor performance alinhado a classificação regulamentar dos recursos e estratégia de gestão.

A gestão de ativos pode ser realizada de diferentes formas, como fundos, clubes de investimento, ou individualmente, através de carteiras administradas. A CGA se distingue consideravelmente das CPAs e a CEA pois estas são destinadas principalmente aos profissionais envolvidos com a recomendação e comercialização de produtos de investimento apenas.

O nível de dificuldade da CGA é alto devido a sua extensa quantidade conteúdo abordado nas provas. Devido a isso a CGA é considerada a certificação de mais prestígio e mais difícil de ser obtida da ANBIMA. De maneira indiscutível, possuir a CGA no currículo é considerado um grande diferencial na entrevista de emprego pois pouquíssimos profissionais a possuem, sem falar por ser uma certificação bastante específica.

A certificação é perene para os profissionais que trabalham com gestão de recursos de terceiro. Para quem não está exercendo essa atividade, são 3 anos de validade. Não existem pré requisitos para se obter a CGA. A certificação CGA também é concedida pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). Igual a todas as outras certificações da ANBIMA a prova é computadorizada com o agendamento prévio do local e data tendo que ser feito pelo candidato.

O exame é composto por duas provas modulares com 60 questões de múltipla escolha por módulo, as perguntas também possuem 4 alternativas e o candidato possui 3:00 horas para realização de cada módulo da prova, podendo ser realizadas todos no mesmo dia, um módulo no período da manhã e outro a tarde ou em datas diferentes.

O candidato deve obter o mínimo de 70% de acerto por módulo, e a periodicidade para o agendamento e realização da prova é trimestral. O primeiro módulo é mais objetivo abrangendo assuntos relacionados a métodos quantitativos, economia, análise de relatórios financeiros, finanças corporativas, mercados, renda fixa, renda variável, derivativos, investimentos no exterior, ética, legislação e regulamentação.

O segundo módulo é mais subjetivo e abrange assuntos relacionados a teoria moderna das carteiras, modelos de precificação, finanças comportamentais, processo de gestão e política de investimentos, formação de expectativas, alocação de ativos e rebalanceamento, gestão de carteiras de renda fixa, gestão de renda variável, investimentos alternativos, avaliação de desempenho, gestão de risco.

Atualmente o valor para realização da CGA é de R$ 549,00* por módulo para associados e R$ 659,00* por módulo para não associados.

Mais de 1.511 certificação CGA* já foram emitidas até o momento.

*Informações baseadas no site da ANBIMA em 05/2019.

Leave a comment