CNPI (Certificado Nacional do Profissional de Investimento)

O CNPI é uma certificação exigida para profissionais que exercem atividades de analista de valores mobiliários. Assim, para todos os interessados que desejam desenvolver relatórios de investimentos e/ou se tornarem analistas de Research ou prestar consultorias, a obtenção do CNPI é imprescindível, pois esta é uma exigência da CVM conforme a instrução No 598/18.

De uma maneira geral, os que buscam a certificação, possuem, ou pretendem desenvolver experiência profissional nas áreas de Administração de Recursos, Consultorias, Análise e Pesquisa Financeira, Investment Banking, Finanças Corporativas, Administração de Riquezas, Relações com Investidores, Vendas e Operações nos Mercados Financeiros e de Capitais.

Como o exame é bem abrangente e complexo, existem 3 categorias desta certificação: CNPI para o Analista Fundamentalista, CNPI-T para o Analista Técnico (Grafistas) e CNPI-P, a mais completa, para o Analista Pleno (Fundamentalista e Técnico). O nível de dificuldade do CNPI é alto devido a sua extensa quantidade conteúdo abordado nos exames.

Possuir o CNPI também é considerado um grande diferencial na entrevista de emprego devido a sua complexidade e abrangência de conteúdo, embora que sua exigência seja para atividades bem específicas. A certificação CNPI é concedida pela APIMEC (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais). A prova é computadorizada com o agendamento prévio do local e data tendo que ser feito pelo candidato.

O CNPI é composto por 3 diferentes tipos de exames, para a obtenção de umas das categorias de certificação mencionadas acima.

CB – Conteúdo Brasileiro – Exame obrigatório para o CNPI, CNPI-T e CNPI-P.

O exame possui 2:00 horas de duração com 60 questões de múltipla escolha, com 4 alternativas, abordando os seguintes assuntos: Sistema Financeiro Nacional, Mercado de Capitais, Mercado de Renda Fixa, Mercado de Derivativos, Conceitos Econômicos, Conduta e Relacionamento, Governança Corporativa, Relações com Investidores e Sustentabilidade.

CG1 – Conteúdo Global 1 – Exame obrigatório para o CNPI e CNPI-P.

O exame possui 2:00 horas horas de duração com 60 questões de múltipla escolha, com 4 alternativas, abordando os seguintes assuntos: 1. Análise e Avaliação de Ações e Finanças Corporativas: ​ 30 questões; 2. Contabilidade Financeira e Análise de Relatórios Financeiros: ​ 30 questões

CT1 – Conteúdo Técnico 1 – Exame obrigatório para o CNPI-T e CNPI-P.

O exame possui 2:00 horas de duração com 60 questões de múltipla escolha, com 4 alternativas, abordando os seguintes assuntos: Fundamentos da Análise Técnica; Teoria de Dow, Conceito de Tendência, Figuras Gráficas, Teoria das Ondas de Elliott, Padrões Candlestick; Indicadores, Gerenciamento de Risco, Estratégias Operacionais e Trading Systems.

O candidato deve obter o mínimo de 70% de acerto por exame, e a periodicidade para o agendamento da prova e diária ou semanal, dependendo do local escolhido pelo candidato. Após a aprovação de qualquer um dos exames, o candidato possui 12 meses para concluir a certificação. O único requisito das certificações CNPI é a conclusão do ensino superior.

Ainda assim, é possível realizar os exames antes da conclusão do curso superior, já que sua comprovação, em qualquer área, somente será exigida no momento da solicitação do CNPI. A manutenção da certificação é permanente para os profissionais que trabalham como analistas. Para quem não está exercendo essa atividade, são 5 anos de validade.

Para a manutenção da certificação também é necessário o pagamento de uma anuidade. A anuidade atualmente está no valor de R$ 385,00 Atualmente o valor para realização do CNPI é de R$ 457,00* o CB para associados e R$ 610,00* para não associados. Já o CG1 e o CT1 custa R$ 571,00 para associados e R$ 762,00* para não associados.

Atualmente, existem mais de 1600 profissionais certificados com o CNPI (somando as três diferentes certificações).

*Informações baseadas no site da APIMEC em 05/2019.

Deixe um comentário